Dona do Facebook apresenta “supercomputador de ponta” para pesquisa de inteligência artificial

Equipamento deverá estar pronto em meados de 2022. “Será o supercomputador de IA mais rápido do mundo”, defende tecnológica.



A empresa Meta, detentora de Facebook, WhatsApp e Instagram, apresentou esta segunda-feira o AI Research SuperCluster (RSC), um “supercomputador de ponta” para pesquisa de inteligência artificial (IA).

A companhia disse que o desenvolvimento da próxima geração avançada de IA irá exigir novos computadores “poderosos, capazes de triliões de operações por segundo” – algo que este novo equipamento irá proporcionar, assim que concluído.

O AI Research SuperCluster “será o supercomputador de IA mais rápido do mundo quando estiver totalmente construído, em meados de 2022”, anunciou a Meta.

Os investigadores da tecnológica já começaram a utilizar o RSC para treinar “grandes modelos em processamento de linguagem natural e visão computacional para investigação, com o objectivo de um dia treinar modelos com biliões de parâmetros”.

“A Meta espera que o RSC ajude a construir sistemas de IA completamente novos que possam, por exemplo, facultar traduções de voz em tempo real para grandes grupos de pessoas, cada uma a falar um idioma diferente, para que possam colaborar perfeitamente num projecto de investigação ou jogar um jogo de realidade aumentada”, esclareceu a empresa.

Ler mais
PUB