Rui Moreira e PSD fazem acordo de governação no Porto

Solução para governar a cidade nos próximos quatro anos inclui medidas como a redução da carga fiscal e a transferência de competências para as freguesias.



Depois de não ter conseguido ser reeleito presidente da Câmara do Porto com maioria absoluta, Rui Moreira já logrou estabelecer um acordo que lhe permite governar nos próximos quatro anos. Num comunicado publicado esta quarta-feira, o movimento do independente Rui Moreira, Aqui Há Porto, revelou que o PSD, “respeitando o princípio de que quem ganha as eleições autárquicas governa”, se mostrou disponível para apoiar uma solução que incorpore algumas das principais propostas para a cidade.

Entre as propostas que unem o movimento do autarca e os sociais-democratas constam a redução da carga fiscal, a transferência de competências para as freguesias, a mobilidade, a criação de uma rede de creches e a redução da factura da água. “Este acordo é feito com o objectivo de garantir a estabilidade governativa e acordar medidas para o futuro da cidade”, explicaram as duas partes num comunicado citado pela Lusa.

O PSD não terá representação nos pelouros do executivo nem nas empresas municipais. Porém, irá apresentar a candidatura de Sebastião Feyo de Azevedo ao lugar de presidente da Mesa da Assembleia Municipal. O antigo reitor da Universidade do Porto contará com o apoio do movimento Aqui Há Porto.

Rui Moreira foi reeleito no dia 26 de Setembro presidente da Câmara do Porto com 40,72% dos votos, elegendo seis vereadores. Por seu turno, a oposição elegeu sete mandatos – três do PS, dois do PSD, e a CDU e o Bloco, um cada. Para assegurar a governabilidade da autarquia, bastava que um destes vereadores se juntasse ao movimento independente.

Ler mais
PUB