Programas eleitorais do PS e do PSD: o que os une e o que os separa?

O NOVO analisa os programas eleitorais do PS e do PSD, os dois únicos partidos com hipóteses reais de vir a formar Governo após as legislativas do próximo dia 30. O PSD tem um programa com 165 páginas, sob o título genérico “Novos horizontes para Portugal”. O do PS é um pouco menos extenso: tem 122 páginas, sob o lema “Juntos seguimos e conseguimos”.



O PS promete aos eleitores o aumento do salário mínimo até 900 euros durante a legislatura que deverá terminar em 2026 e a construção de seis hospitais, enquanto admite introduzir a semana laboral de quatro dias no código do trabalho.

O PSD avança com a promessa de um médico de família para cada português, que o PS já tinha feito em eleições anteriores, sem sucesso. Propõe também a redução do IRC de 21% para 17% nos próximos quatro anos.

Os socialistas antecipam um novo referendo à regionalização, a realizar em 2024, e os sociais-democratas estão abertos à “instituição de regiões administrativas”.

São exemplos de diferenças e semelhanças dos programas eleitorais dos dois maiores partidos que têm governado e ambicionam continuar a governar Portugal.

Leia mais sobre este tema na edição em papel do NOVO que está nas bancas esta sexta-feira, 14 de Janeiro.

$!Programas eleitorais do PS e do PSD: o que os une e o que os separa?
Ler mais
PUB