Pedro Rodrigues acusa Rui Rio de “manobra táctica inaceitável”

Deputado do PSD critica adiamento das eleições internas a acusa líder do PSD de se comportar como a “muleta de António Costa e do PS”.



O deputado Pedro Rodrigues acusa Rui Rio de protagonizar “uma manobra táctica inaceitável que não só prejudica os interesses do partido como seriamente coloca em causa o interesse nacional”. Antes da realização do Conselho Nacional, esta quinta-feira à noite, o ex-líder da JSD critica duramente a intenção de Rui Rio de adiar as eleições directas.

“Uma vez mais, Rui Rio voltou a comportar-se como uma muleta de António Costa e do PS, contribuindo para o processo de dramatização do Governo no processo negocial com o PCP”, diz ao NOVO o deputado social-democrata.

Pedro Rodrigues considera “inadmissível” que o presidente do PSD esteja disponível para participar naquilo que classifica como uma farsa orçamental. “Mesmo acreditando numa crise política, seria concebível que o PSD pudesse enfrentar umas eleições legislativas com um líder sem legitimidade democrática? Seria concebível, mesmo que a crise política ocorresse, que o PSD desperdiçasse a oportunidade de se galvanizar e de se reforçar numa eleição interna para enfrentar o PS e oferecer esperança aos sectores mais dinâmicos da sociedade portuguesa?”, questiona o ex-líder da JSD.

Ler mais
PUB