OE2022: projecto-piloto de semana de trabalho de quatro dias vai ser testado

Governo deverá promover um estudo e um amplo debate sobre novos modelos de organização laboral, de acordo com a proposta do Livre aprovada no Parlamento.



A proposta de alteração ao Orçamento do Estado apresentada pelo deputado único do Livre, que prevê um estudo e um debate sobre novos modelos de organização laboral, entre os quais a semana de quatro dias de trabalho, foi aprovada, na terça-feira, pela Assembleia da República.

O tema, votado na especialidade do Orçamento do Estado para 2022, que decorre na Comissão de Orçamento e Finanças, foi aprovado com votos a favor do PS, PAN e BE, a abstenção do PCP e os votos contra de PSD, Iniciativa Liberal e Chega. Já o proponente, Rui Tavares, não votou porque não integra a Comissão de Orçamento e Finanças.

Governo terá então, de acordo com o texto da proposta, de promover um “estudo e a construção de um programa piloto que vise analisar e testar novos modelos de organização do trabalho, incluindo a semana de quatro dias em diferentes sectores e o uso de modelos híbridos de trabalho presencial e teletrabalho.”

Além disso, os socialistas deverão dar início a um “amplo debate nacional e na concertação social” que vise a análise dos “novos modelos de organização do trabalho, incluindo a semana de trabalho de quatro dias, como forma de promover uma maior conciliação entre o trabalho e a vida pessoal e familiar.”

Ler mais
PUB