Medina absoluto em Lisboa

Coligação PSD-CDS mais de 20 pontos percentuais abaixo do provável recandidato socialista. Com números inferiores à soma que os dois partidos tiveram em separado há quatro anos.



Fernando Medina pode recuperar a maioria absoluta em Lisboa. E Carlos Moedas, agora à frente de uma coligação PSD-CDS, fica abaixo da soma dos resultados obtidos em separado pelos dois partidos em 2017. São conclusões de uma sondagem da Intercampus para o NOVO, permitindo antever que o ciclo político protagonizado pelo PS na capital pode ganhar mais fôlego nas eleições do Outono – com inevitáveis reflexos na política nacional.

Neste inquérito – o primeiro elaborado sobre as corridas autárquicas em 2021 –, o mais que provável recandidato socialista supera por larga margem o antigo comissário europeu: estão separados por mais de 20 pontos percentuais, com Medina a conseguir 46,6% das intenções de voto, enquanto Carlos Moedas se fica pelos 25,7%.

Leia na íntegra na edição impressa do NOVO, nas bancas a 16 de Abril de 2021.

$!Medina absoluto em Lisboa
Ler mais
PUB