Maria Vieira declara apoio a Putin contra o “fantoche Zelenski”

Deputada municipal do Chega afasta-se da posição tomada pela direcção nacional do seu partido no que diz respeito à invasão da Ucrânia.



A actriz e escritora Maria Vieira, eleita deputada municipal do Chega em Cascais nas autárquicas de 2021, declarou no Twitter que está “incondicionalmente com Putin”, referindo-se ao líder russo como “o maior adversário da Nova Ordem Mundial”, que diz ter provocado a guerra na Ucrânia e inventado “a mentira do covid” para “imporem essa perversidade ao mundo inteiro”.

A posição de Maria Vieira quanto ao conflito em curso no leste da Europa contrasta com as posições tomadas pela direcção nacional do Chega, liderada por André Ventura, que desde o início da invasão russa condenou “sem reservas” a intervenção e tem apoiado a Ucrânia e os seus dirigentes. Contactada pelo NOVO, a actriz e deputada municipal defendeu que, sendo o Chega “um partido democrático que respeita acima de tudo a liberdade de expressão dos seus apoiantes e militantes”, não existe qualquer problema no facto de “não partilhar a mesma posição do partido em relação a este conflito armado que foi provocado e alimentado pela NATO, pela União Europeia e pelos pró-globalistas da Nova Ordem Mundial”.

“A minha opinião sobre o referido conflito já é pública desde o início do mesmo e eu, sendo uma mulher íntegra e de palavra, penso pela minha cabeça e não mudo as minhas opiniões e/ou convicções pessoais por ninguém, nem por nenhum partido”, acrescentou Maria Vieira, garantindo que o Chega continuará a conquistar “o coração, a alma e os votos de cada vez mais portugueses que, tal como eu, sabem pensar por si próprios em vez de pensarem aquilo que as televisões lhes dizem para pensar.”

Na última publicação que fez no Twitter, acompanhada por uma montagem fotográfica de figuras que apoiam o Presidente da Ucrânia, Volodimir Zelenski, como o Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e a speaker da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, Maria Vieira foi peremptória: “Se essas pessoas apoiam, defendem e financiam o fantoche Zelenski e o governo genocida a que ele preside, então isso quer dizer que o Putin está apenas a fazer o que é certo e o que é preciso fazer.”

Chegada ao Twitter a 4 de Maio, após o multimilionário Elon Musk ter formalizado a proposta para a compra da rede social, por entre muitas críticas ao afastamento de figuras ligadas à direita, sendo o caso mais notório o do anterior Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, Maria Vieira apresentou-se numa fotografia com o símbolo do Chega e com a frase “A luta continua!”. E disse esperar que “Elon Musk cumpra o que diz sobre a liberdade de expressão e que por aqui eu possa dizer o que me vai na alma sem ser constantemente bloqueada no ‘FoiceBurka’, onde cumpro ‘castigos’ atrás de ‘castigos’”.

Ler mais
PUB