Dia D para o PS no Porto: Tiago Barbosa Ribeiro volta a ser hipótese como candidato

Socialistas do Porto em movimentações para encontrar solução autárquica, depois de várias recusas. Líder da concelhia pode ser o rosto para desbloquear o impasse. Mas líder da Federação do partido, Manuel Pizarro, ainda é hipótese.

No PS reinou o silêncio no fim-de-semana, depois de Eduardo Pinheiro, secretário de Estado da Mobilidade ter desistido da corrida eleitoral autárquica no Porto. José Luís Carneiro, secretário-geral adjunto, também colocou um ponto final sobre a especulação em torno do seu nome e agora, os socialistas do Porto procuram uma solução para a candidatura autárquica. Esta segunda-feira, o desfecho desta ‘novela’ deverá ser conhecido. Neste cenário, o nome do líder da concelhia, Tiago Barbosa Ribeiro, ganhou força nas últimas horas para ser candidato.

As movimentações internas começaram no domingo, com uma reunião restrita e somam-se encontros ao longo do dia, com o culminar da reunião da comissão política concelhia esta segunda-feira. Manuel Pizarro, líder da federação do PS/Porto, ainda é uma hipótese, mas tem dado sinais de que o seu foco está em Bruxelas, como eurodeputado.

“O processo de escolha de um candidato para o Porto correu mal e é tempo de se encontrar uma solução rapidamente”, conforme explicou ao NOVO uma fonte socialista. Na base do problema esteve a escolha de Eduardo Pinheiro, uma figura que não é do concelho, e que teria a estratégia de fazer acordos com Rui Moreira, num cenário pós-eleitoral. O desconforto na concelhia foi generalizado e o governante percebeu que não teria boas condições para fazer campanha. Mais, há quem adiante ao NOVO que esta primeira solução teria sido influenciada pelo vice-presidente da federação distrital, e autarca de Vila Nova de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues.

Se Tiago Barbosa Ribeiro avançar, a estratégia não passará por acordos com Rui Moreira. José Luís Carneiro também declinou o convite para evitar esses entendimentos, alegando a importância de se manter focado na estratégia nacional autárquica. Isto apesar de ter procurado sedes de campanha autárquica, numa fase inicial do processo de escolha de candidatos.

Visto de fora, estes avanços e recuos também podem ser lidos por alinhamentos internos no PS. Barbosa Ribeiro é um rosto tido como próximo de Pedro Nuno Santos, tendo sido inclusivamente director de campanha de Ana Gomes nas presidenciais no Porto.

Ler mais
PUB