Crise política “está totalmente do lado do Governo”

Inês Sousa Real está à espera de saber “qual será a abertura do Governo para se aproximar da posição do PAN”. A seguir à reunião com o Presidente da República, a porta-voz do PAN disse que este orçamento não dá “as respostas fundamentais” à crise provocada pela pandemia.



O PAN considera que a responsabilidade de uma crise política “está totalmente do lado do Governo”. Depois de ser recebida pelo Presidente da República, Inês Sousa Real quis deixar claro que “se não houver abertura estamos mais próximos de um voto contra do que de uma abstenção”

A porta-voz do PAN garantiu que o partido não estará disponível para viabilizar “um Orçamento que não dá as respostas fundamentais para a retoma socioeconómica do país e para um dos desafios dos nossos tempos que é a crise climática”.

“Portanto, aguardamos para saber qual será a abertura do Governo para se aproximar da posição do PAN”, acrescentou a líder e deputada do PAN.

O Presidente da República está a receber os partidos políticos durante esta sexta-feira. PSD, CDS, Iniciativa Liberal e Chega já reuniram com Marcelo Rebelo de Sousa e confirmaram que vão votar contra o Orçamento do Estado para 2022.

Ler mais
PUB