Chega remete ao Ministério Público alegada alteração de dados de contribuintes pelas Finanças

O Portal da Queixa referiu ter recebido reclamações por parte de contribuintes que viram “o IBAN alterado sem serem informados”. Chega quer uma investigação do Ministério Público a esta situação.



O Chega vai pedir ao Ministério Público para investigar alterações aos dados dos contribuintes no portal das Finanças, de acordo com anúncio do líder do partido no Parlamento. Em causa está o pagamento do apoio extraordinário de 125 euros

“Hoje acordámos todos com a indignação de milhões de contribuintes que tinham visto o seu IBAN alterado sem consentimento pelas Finanças. A trapalhada é tão grande, a ânsia de fazer chegar as coisas acima da velocidade é tão grande que dá em trapalhadas”, afirmou André Ventura.

O líder e deputado do Chega falava na Assembleia da República, no arranque da discussão na generalidade da proposta de Orçamento do Estado para o próximo ano.

“Certamente que o Chega fará chegar ao Ministério Público aquilo que hoje aconteceu, por ser grave demais que contribuintes vejam os seus dados alterados com a chancela do Ministério das Finanças”, afirmou.

Em comunicado, citado pela CNN Portugal, o Portal da Queixa referiu ter recebido reclamações por parte de contribuintes que viram “o IBAN alterado sem serem informados”.

No sábado, o fisco indicou que os contribuintes que tenham detectado a existência de problemas com o seu IBAN no Portal das Finanças devem verificar qual o número da conta bancária que têm indicada e atualizá-lo.

Ler mais