António Costa quer Mariana Vieira da Silva na Educação

Ministra da Presidência estará receptiva a assumir a pasta de Brandão Rodrigues, que poderá passar a ocupar o lugar de Manuel Heitor. Se o PS vencer as eleições, Alexandra Leitão deverá ser promovida e Ana Catarina Mendes pode ir para o Governo.

Até às eleições, António Costa vai manter tudo no segredo dos deuses, mas o secretário-geral do PS já tem um esboço do governo que tenciona formar. Uma das alterações prováveis, apurou o NOVO junto de fontes socialistas, passa pela mudança de mãos da tutela da Educação. Se, até aqui, o responsável por essa sempre exigente pasta era Tiago Brandão Rodrigues, depois de 30 de Janeiro, a intenção do primeiro-ministro - caso o seu partido vença as legislativas - é transferi-la para Mariana Vieira da Silva, actual ministra de Estado e da Presidência.

De acordo com informações recolhidas pelo NOVO, a própria ministra, que se afirmou como secretária de Estado Adjunta do primeiro-ministro, estaria disponível para mudar de funções, tendo até, ao longo dos últimos anos, confidenciado em circuitos mais restritos que sempre desejou assumir a pasta da Educação.

Na dança das cadeiras, Brandão Rodrigues poderá ocupar o lugar de Manuel Heitor na Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Ana Abrunhosa poderá aglutinar Planeamento e Coesão Territorial, Duarte Cordeiro pode ser promovido a ministro do Ambiente, Alexandra Leitão está na calha para uma das chamadas áreas de soberania, Carlos César para outra e Ana Catarina Mendes é apontada ao Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

$!António Costa quer Mariana Vieira da Silva na Educação
Ler mais
PUB