Tribunal sul-africano encerra extradição de João Rendeiro

O procurador do Ministério Público sul-africano entregou documentos da prisão de Westville a confirmar a morte do ex-banqueiro, que na passada semana foi encontrado morto na cela.



O Tribunal de Verulam, nos subúrbios de Durban, África do Sul, encerrou esta sexta-feira oficialmente o processo de extradição do ex-banqueiro João Rendeiro.

O procurador do Ministério Público sul-africano, Naveen Sewparsat, entregou documentos da prisão de Westville a confirmar a morte do ex-banqueiro, que na passada semana foi encontrado morto na cela. Além dos documentos foi também entregue uma nota de óbito dos paramédicos que compareceram na cela onde o encontraram enforcado.

“Temos uma carta do Departamento de Serviços Penitenciários para apresentar ao tribunal, confirmando a morte do sr. Rendeiro”, disse ao tribunal, enquanto entregava o documento ao magistrado, Johan Van Rooyen.

Sewparsat apresentou ainda “mais uma carta do Departamento de Serviços Correccionais, confirmando também a morte do sr. Rendeiro, bem como uma notificação de óbito dos paramédicos que compareceram no local”, acrescentou.

Ler mais
PUB