Sites do Governo estão vulneráveis a ciberataques

Há 12 sites de organismos do Governo inseguros que deixam plataformas e utilizadores expostos a ataques informáticos. O problema reside na falta de certificado SSL, que expirou ou foi contratado a entidades não certificadas. Gabinete do secretário de Estado da Modernização Administrativa, Mário Campolargo, admite situação e garante que o problema está a ser resolvido, mas nega vulnerabilidade. Deco dá conselhos para evitar correr riscos.

“Inseguro. Não deve introduzir informações confidenciais neste site porque podem ser roubadas por atacantes.” Esta é a informação apresentada ao utilizador quando acede a 12 sites de organismos do Governo. Em causa, apurou o NOVO, estão problemas com certificados secure sockets layer (SSL), que não foram renovados ou não foram emitidos por entidades certificadas, deixando-os vulneráveis a ciberataques. O Governo assegura que está a resolver o problema.

Um dos sites com tal fragilidade é o do Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU), entidade promotora da política nacional de habitação, sob tutela do Ministério das Infra-Estruturas e da Habitação. O problema, confirmou o NOVO através de ferramentas de diagnóstico informático, está não só no facto de o certificado SSL ter expirado este mês como por ter sido contratado a uma instituição não certificada para o efeito.

Quem procura uma casa de arrendamento acessível e navega neste site do IHRU acaba por ser direccionado para o Portal da Habitação, onde poderá submeter uma candidatura aos programas do Governo. Embora, inicialmente, esse site não seja apresentado como inseguro, quando tem de introduzir dados pessoais, o utilizador volta a ser confrontado com um alerta: “As informações que está prestes a enviar não são seguras. Uma vez que este formulário está a ser enviado através de uma ligação insegura, as suas informações vão ficar visíveis para outras pessoas.”

$!Sites do Governo estão vulneráveis a ciberataques

Leia o artigo na íntegra na edição do NOVO que está, este sábado, dia 12 de Novembro, nas bancas.

$!Sites do Governo estão vulneráveis a ciberataques
Ler mais