Piloto da TAP detido no Aeroporto de Hamburgo por posse de punhal

Um co-piloto da TAP foi detido, na passada segunda-feira, no Aeroporto de Hamburgo, na Alemanha, por ter tentado passar pela segurança aeroportuária com um punhal escondido junto ao corpo. TAP assegura já ter tomado medidas internas e mostra-se disponível para colaborar com as autoridades.



Um co-piloto português de 25 anos, da TAP, foi detido pelas autoridades alemãs, na passada segunda-feira, no Aeroporto de Hamburgo, pelas 16h00 locais (15h00 em Lisboa). Em causa está o facto de ter tentado passar pela segurança com um punhal, confirmou fonte oficial da polícia de Hamburgo ao NOVO.

“Um punhal foi encontrado com um co-piloto português de 25 anos, quando este foi revistado no Aeroporto de Hamburgo”, revelou a autoridade, acrescentando que a posse deste punhal “representa uma violação da lei alemã, nomeadamente da lei das armas”.

As autoridades alemãs não detalham onde o punhal estava escondido, mas, segundo apurou o NOVO junto de fontes próximas, o jovem piloto terá tentado ocultá-lo dentro da meia.

O punhal acabou por ser apreendido e o co-piloto libertado após o pagamento de uma caução de 500 euros, mas não foi autorizado a pilotar o avião da TAP com destino a Lisboa, como estava previsto, tendo sido substituído.

A TAP confirma que o co-piloto foi detido e assegura que o “assunto está a ser investigado pelas autoridades” com “a total colaboração” da companhia aérea, que assegura ainda já ter tomado “as medidas internas apropriadas”.

Ler mais
PUB