Padre de Viseu investigado por alegadas mensagens sexuais enviadas a menor

Pároco já foi afastado temporariamente de todos os serviços da diocese pelo bispo de Viseu. Denúncia ao Ministério Pública foi feita pelo pai do adolescente.



Um padre da Diocese de Viseu está a ser investigado pelo Ministério Público por alegadamente ter enviado mensagens de cariz sexual a um menor de idade. “Tudo está em investigação e por isso há que esperar antes de falar. Porém, esperamos que o caso seja esclarecido”, disse o bispo de Viseu, D. António Luciano, ao Correio da Manhã.

O pároco, de 46 anos, foi afastado temporariamente de todos os serviços da diocese pelo bispo e a suspensão vai durar enquanto prosseguir a investigação. Segundo o mesmo jornal, entretanto pediu a D. António Luciano uma licença sabática de um ano, tendo alegado “questões de saúde, extremo cansaço e razões pessoais” para se afastar. Além das missas e do trabalho diocesano, faria parte da direcção de uma instituição.

A denúncia ao Ministério Público foi feita pelo pai do adolescente que terá recebido as mensagens em causa. O inquérito ao caso decorre há pouco mais de um mês e, além de investigar a relação entre o padre e o menor em causa, o MP pretende averiguar se foram abordados outros jovens.

Ler mais
PUB