Ministra da Saúde alerta: situação no país agravou-se

Marta Temido disse que cenário era esperado e acompanha aquilo que é a situação europeia.



“A situação epidemiológica no país ao longo da última semana conheceu um agravamento.” O alerta é da ministra da Saúde, Marta Temido, que disse que este cenário era “de alguma forma esperado”.

“Este agravamento acompanha aquilo que é a situação europeia”, afirmou a governante, na conferência de imprensa que se seguiu ao Conselho de Ministros desta quinta-feira. Tendo em conta esta evolução, o Governo decidiu prolongar a situação de alerta até 30 de Novembro.

Marta Temido referiu ainda que, segundo as estimativas e análises de modelação epidemiológica do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, o país deverá atingir os 1300 casos diários de infecção pelo novo coronavírus no dia 7 de Novembro.

Na última semana, a incidência cumulativa a 14 dias situava-se nos 94 casos por 100 mil habitantes, uma incidência que está “abaixo daquilo que é a média hoje registada nos países da União Europeia”, que é de 235 casos por 100 mil habitantes.

Ler mais
PUB