IPMA: 14 dos últimos 20 anos foram de pouca chuva

Todo o território de Portugal continental está nesta altura em seca meteorológica. O instituto adverte para secas mais longas e abrangentes.



TÓPICOS

Nos últimos 20 anos, apenas em seis choveu o que é considerado normal em relação ao período 1970/2000, segundo os dados divulgados pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que alerta para secas mais longas e abrangentes.

“Em 14 dos últimos 20 anos registámos défice de precipitação em relação ao período 1970/2000, situação que propicia a ocorrência de períodos em que o território continental estará nas classes mais elevadas da seca meteorológica e, consequentemente, seca agrícola e hídrica”, disse fonte do IPMA em resposta a questões da Lusa.

Sobre o período de seca que o país enfrenta, com 55% do território continental em classe de seca severa e 45% em seca extrema, o IPMA avisa que em algumas das secas meteorológicas mais recentes, os períodos secos duram mais tempo e “têm uma configuração espacial mais abrangente”.

Tendo em conta o ano hidrológico, que vai de 1 de Outubro a 30 de Setembro do ano seguinte, o ano actual, até à data, é o segundo mais seco de sempre (os dados começaram a ser compilados a partir de 1931), apenas superado pelo ano hidrológico de 2004/05.

Os dados da página oficial do IPMA sobre a monitorização da seca, actualizados esta segunda-feira, mostram que, no último ano, o país nunca esteve sem seca em alguma região.

Ler mais
PUB