Entre a capital e o sul do Tejo, novas alianças lutam por um aeroporto

Em Lisboa, a opção Campo de Tiro de Alcochete para a construção de um aeroporto de raiz e com maior capacidade de crescimento conquista interesse. Essa será a oportunidade para o município do Seixal (CDU) continuar a luta pela opção Alcochete com novas alianças, depois da viragem política no concelho da Moita, onde a CDU foi derrotada nas eleições de 26 de Setembro.



De asas alinhadas, Barreiro e Moita, agora ambos sobre égide socialista, esperam o parecer da Avaliação Ambiental Estratégica (AAE) para apoiar o Governo de António Costa na questão do aeroporto, até agora planeado para a Base Aérea N.º 6 do Montijo. Em Lisboa a opção Campo de Tiro de Alcochete para a construção de um aeroporto de raiz e com maior capacidade de crescimento conquista interesse. Essa será a oportunidade para o município do Seixal (CDU) continuar a luta pela opção Alcochete com novas alianças, depois da viragem política no concelho da Moita, onde a CDU foi derrotada nas eleições de 26 de Setembro.

Na edição de 22 de Outubro, o NOVO questionou autarcas e populares sobre a construção do aeroporto e o que esperam para o futuro dos seus concelhos.

Independentemente do parecer da AAE, conseguirá o Seixal levar avante a defesa de Alcochete escudado pelo decreto-lei n.º 186/2007 que dá a palavra final sobre a construção de infra-estruturas aeroportuárias às autarquias? O município da Moita mudará a sua posição, apesar de um parecer já aprovado contra o Montijo e a favor de Alcochete?

Lisboa que sempre se manteve neutra sobre o tema terá começado a dar respostas durante a campanha eleitoral das Autárquicas 2021? Fernando Medina e Carlos Moedas lançaram o mote quando admitiram reflectir sobre a maior capacidade de Alcochete.

E quem escutará os militares da Base Aérea N.º 6, onde, em conversas veladas, se questiona como o local suportará o movimento de aviões comerciais numa pista de apenas 2400 metros?

O concurso público para a Avaliação Ambiental Estratégica foi lançado a 18 de Outubro, e encerra a 14 de Dezembro. Em 2022, quando estiver adjudicada e em realização, a AAE terá em conta os prós e contras de três opções que, depois das indicações da Agência Portuguesa do Ambiente, o Governo aceita colocar sobre a mesa: Montijo como aeroporto complementar, Montijo como aeroporto principal ou a construção de um aeroporto no Campo de Tiro de Alcochete.

$!Entre a capital e o sul do Tejo, novas alianças lutam por um aeroporto
Ler mais
PUB