Docente acusado de recusar exame a aluna devido à roupa. Faculdade de Direito do Porto abre processo

Averiguação foi oficialmente instaurada na segunda-feira. Universidade diz existirem indícios de que a situação relatada na denúncia corresponde globalmente ao sucedido.



A direcção da Faculdade de Direito da Universidade do Porto (FDUP) instaurou um processo de averiguações a um professor por, alegadamente, ter recusado entregar um exame a uma aluna pela forma como esta estava vestida.

Ao NOVO, a Universidade do Porto revelou que o processo de averiguações foi oficialmente instaurado pela direcção da faculdade na segunda-feira e que se aguarda agora a conclusão do processo de averiguações para determinar a instauração de novas medidas, “incluindo as de âmbito disciplinar”.

“De todo o modo, a Direcção da Faculdade compromete-se ao escrupuloso cumprimento das normas internas e constitucionais que determinam que numa escola pública não podem ter lugar quaisquer ‘directrizes filosóficas, estéticas, políticas, ideológicas ou religiosas’”.

Em causa estão, alegadamente, insinuações feitas por um docente daquela faculdade a uma aluna sobre a forma como estava vestida durante um exame, que se realizou no dia 2 de Junho, motivo que alegadamente levou o professor a recusar entregar o enunciado do exame à aluna.

Na página de Facebook da HeforShe da Faculdade de Direito da Universidade do Porto relata-se aquilo que se define como “mais um triste episódio de machismo na academia”. “No dia de ontem [2 de Julho], uma estudante viu ser-lhe negada a realização de um exame em virtude da forma como estava vestida, uma vez que o docente da Unidade Curricular considerou que a colega estava “muito destapada”. Mesmo após a estudante ceder à pressão misógina e de abuso de autoridade, o professor apenas lhe concedeu um enunciado quando um colega o alertou nesse sentido”, lê-se na publicação.

Ao NOVO, a Universidade do Porto confirmou que "a estudante acabou por receber o enunciado e realizar o exame ao mesmo tempo conferido aos restantes colegas."

Ler mais
PUB