Covid-19: Madeira mantém situação de contingência até 31 de Janeiro

A região está em situação de contingência desde 20 de Novembro, quando foram também determinadas uma série de medidas, como a obrigatoriedade de apresentação conjunta de teste de antigénio negativo e certificado de vacinação para aceder à maioria dos recintos públicos e privados.



TÓPICOS

O Governo Regional da Madeira anunciou o prolongamento da situação de contingência na região até ao final de Janeiro para combater a pandemia de covid-19.

O executivo decidiu “declarar a situação de contingência na Região Autónoma da Madeira, ao abrigo do Decreto Legislativo Regional n.º 16/2009/M, de 30 de Junho, que aprova o regime jurídico do Sistema de Protecção Civil da Região Autónoma da Madeira, por razões de saúde pública com o escopo de contenção da pandemia de covid-19”, refere.

A região está em situação de contingência desde 20 de Novembro, quando foram também determinadas uma série de medidas, como a obrigatoriedade de apresentação conjunta de teste de antigénio negativo e certificado de vacinação para aceder à maioria dos recintos públicos e privados.

A dois dias do fim de 2021, o governo da Madeira anunciou também a redução do período de isolamento de infectados assintomáticos para cinco dias.

O arquipélago registou nas últimas 24 horas 1839 contágios de covid-19, um aumento face aos dados anteriormente registados. Estão internados na região 87 doentes, dos quais cinco em unidades de cuidados intensivos.

Ler mais
PUB