Violenta explosão abalou Porto do Dubai. Autoridades abrem investigação

O incêndio, que eclodiu na quarta-feira num navio porta-contentores no porto de Jebel Ali, foi controlado e nenhuma vítima foi registada.



As autoridades do Dubai anunciaram esta quinta-feira a abertura de uma investigação para determinar as causas de uma explosão que causou um incêndio durante a noite de quarta-feira no principal porto de Dubai, um dos mais movimentados do mundo.

O incêndio, que eclodiu num navio porta-contentores no porto de Jebel Ali, foi controlado e nenhuma vítima foi registada, informaram os serviços de imprensa do emirado na madrugada desta quinta-feira.

"Graças a Deus, tudo está seguro. Foi um incidente natural que aconteceu num dos contentores que continham substâncias inflamáveis", disse Mona al-Marri, a directora dos serviços de imprensa, à televisão Al-Arabiya.

Uma investigação será aberta para determinar as causas do incidente, referiu Mona al-Marri.

Hoje, carros de polícia e de bombeiros estão ainda estacionados perto do navio seriamente danificado. Os contentores queimados eram visíveis do cais.

O navio carregava 130 contentores, "três dos quais continham materiais inflamáveis", disse a polícia de Dubai as estações de televisão locais.

"Os primeiros elementos (que temos) indicam que o atrito ou o calor podem ter causado a explosão", disse o chefe da polícia de Dubai, general Abdallah Khalifa al-Marri, ao canal Al-Arabiya.

"Não havia substâncias radioactivas ou explosivos", disse o general.

As autoridades disseram que o incêndio começou no navio quando este estava prestes a atracar.

De acordo as autoridades, a tripulação de 14 pessoas foi retirada antes da explosão e o fogo foi controlado após 40 minutos.

As pessoas que moram em casas nas proximidades disseram ter ouvido um grande estrondo, relatando que as janelas e portas tremeram.

O grande porto de Jebel Ali, localizado no sul do emirado, é principalmente a sede da gigante DP World, uma das principais operadoras portuárias do mundo que administra 49 terminais ao redor do mundo.

Na rede social Twitter, a DP World disse hoje que as suas "operações estavam a decorrer normalmente" em todo o porto, agradecendo às autoridades locais por "sua rápida reacção para controlar o incêndio".

Capaz de acomodar porta-aviões, Jebel Ali foi o porto de escala da marinha norte-americana mais activo fora dos Estados Unidos em 2017, de acordo com o Centro de Investigação do Congresso dos EUA.

Esses incidentes são raros na cidade-estado de Dubai, um dos sete reinos que formam os Emirados Árabes Unidos.

Cerca de 8.000 empresas estão sediadas na Zona Franca de Jebel Ali (JAFZA), que contribuiu com 23% para o Produto Interno Bruto (PIB) de Dubai no ano passado. É a maior área comercial do Médio Oriente.

Ler mais
PUB