Ucrânia pede ao G7 para confiscar bens russos para a reconstrução

Ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano insistiu ainda no embargo da União Europeia ao petróleo da Rússia.



O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia pediu esta sexta-feira ao G7 que sejam confiscados bens russos destinados à reconstrução das zonas destruídas pela invasão e insistiu no embargo da União Europeia ao petróleo da Rússia.

“Peço, hoje, aos Estados-membros do G7 que adoptem legislação para que sejam aplicadas todas as medidas necessárias para que sejam confiscados todos os bens russos destinados à reconstrução da Ucrânia”, declarou Dmytro Kuleba.

O chefe da diplomacia da Ucrânia participa na reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros do G7 reunidos em Wangels, no norte da Alemanha.

Kuleba disse ainda que as sanções “sem o embargo ao petróleo” russo podem demonstrar uma “ruptura na unidade” do bloco europeu.

Os ministros dos Negócios Estrangeiros do G7 iniciaram, na quinta-feira, uma reunião de três dias em Schloss Weissenhaus, na costa do Mar Báltico, na Alemanha.

Além da Alemanha, o G7 integra Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido, com a União Europeia (UE) a participar também nas reuniões do grupo.

Ler mais
PUB