SpaceX. Primeira tripulação só com civis iniciou “cruzeiro espacial”

Viagem de três dias no espaço, sem nenhum astronauta profissional a bordo, é comandada pelo multimilionário Jared Isaacman.



Quatro turistas norte-americanos descolaram na noite de quarta-feira do Centro Espacial Kennedy, na Florida, a bordo de uma cápsula da SpaceX. Será uma viagem de três dias no espaço, sem nenhum astronauta profissional a bordo.

O foguetão Falcon 9, transportando a cápsula Dragon, descolou às 20h02 horas locais de quarta-feira (23h02 em Portugal). Minutos depois, separou-se da cápsula com sucesso, levando a bordo, pela primeira vez, apenas civis como tripulantes.

“Poucos lá foram e muitos vão seguir-se. A porta abre-se agora”, disse o multimilionário Jared Isaacman, de 38 anos, que comanda a missão.

O fundador e presidente da empresa Shift4 Payments, amante da aviação, financiou a travessia espacial dos outros três tripulantes, cujo custo não foi divulgado.

A acompanhar Isaacman está Hayley Arceneaux, sobrevivente de cancro e assistente médica no Hospital de Investigação infantil de St. Jude, de 29 anos. É a mais jovem a voar para o espaço orbital.

A bordo está também a professora universitária Sian Proctor, de 51 anos, a quarta mulher afro-americana a chegar ao espaço, e o engenheiro aeroespacial e veterano da Força Aérea Chris Sembroski, de 42 anos.

Os tripulantes receberam durante cerca de seis meses treinos na base da SpaceX em Hawthorne, na Califórnia e foram também preparados para exercícios de emergência, de entrada e saída de naves espaciais.

A missão servirá para angariar fundos a favor do Hospital Infantil de St. Jude, campanha iniciada pelo próprio Isaacman com uma doação de 100 milhões de dólares (84,6 milhões de euros).

Ler mais
PUB