Polícia britânica aplicou 126 multas por violação das restrições da pandemia no Governo

Algumas pessoas receberam mais do que uma multa. Boris Johnson, que já tinha sido punido com uma coima, não foi um deles.



A Polícia Metropolitana concluiu a operação Hillman, referente a oito eventos entre 20 de Maio de 2020 e 16 de Abril de 2021, tendo aplicado 126 multas, 53 das quais foram aplicadas a homens e 73 a mulheres. Algumas pessoas receberam mais do que uma multa, adiantou a polícia em comunicado.

Boris Johnson, que já tinha sido punido com uma coima, não foi um deles.

Durante a operação, a polícia do Reino Unido examinou 345 documentos, 510 fotos e imagens de videovigilância e emitiu 204 questionários.

O primeiro-ministro, a esposa, Carrie, e o ministro das Finanças, Rishi Sunak, foram multados por terem participado numa festa de aniversário surpresa a Boris Johnson a 19 de Junho de 2020, quando o país ainda estava sob confinamento.

O chamado “partygate” causou uma onda de indignação entre os britânicos, tendo Boris Johnson pedido desculpas no Parlamento. No entanto, rejeitou demitir-se, apesar dos repetidos apelos da oposição para fazê-lo.

O fim da investigação policial permitirá agora a publicação por inteiro de um relatório interno sobre o assunto, que nos resultados preliminares encontrou “erros de liderança e julgamento”, e o início de um inquérito parlamentar para determinar se Johnson mentiu aos deputados sobre o sucedido.

Ler mais
PUB