PGR de Angola tentou interrogar Isabel dos Santos nos Países Baixos. Empresária abandonou o país

Isabel dos Santos não acedeu à tentativa de interrogatório por parte da Procuradoria-Geral da República de Angola.



Isabel dos Santos saiu dos Países Baixos na sequência de uma tentativa de interrogatório por parte da Procuradoria-Geral da República de Angola, avança a agência Lusa.

“Tivemos conhecimento de que Isabel dos Santos estava na Holanda. Mediante carta rogatória, solicitámos que fosse notificada da sua qualidade de arguida e fosse interrogada”, indicou uma fonte judicial à Lusa, que negou que a justiça angolana tenha tentado deter a empresária, em Junho, como adiantou esta quarta-feira o Jornal de Negócios.

“Em nenhum momento se requereu detenção ou prisão”, declarou a fonte da PGR angolana, que informou que Isabel dos Santos “não aceitou notificação, nem audição, tendo abandonado o país”.

A empresária, filha do antigo presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, está na mira da justiça angolana e de outros países há vários anos. As suas contas bancárias e participações sociais em várias empresas foram alvo de arresto.

De acordo com a PGR angolana, há vários processos de natureza cível e criminal contra Isabel dos Santos. Nesses processos o Estado angolano reivindica valores que ascendem a 4,8 mil milhões de euros.

Ler mais
PUB