Myanmar: Aung San Suu Kyi depõe pela primeira vez no seu julgamento

A ex-dirigente civil de Myanmar, prémio Nobel da Paz 1991, está em julgamento desde Junho, após ter sido deposta em Fevereiro por um golpe de Estado militar.



A ex-dirigente civil de Myanmar Aung San Suu Kyi depôs esta terça-feira pela primeira vez em tribunal. Está em julgamento desde Junho, após ter sido deposta em Fevereiro por um golpe de Estado militar.

Segundo fonte próxima do caso, a prémio Nobel da Paz 1991, colocada em prisão domiciliária na altura do golpe, “prestou ela mesma declarações ao tribunal” da junta militar no poder no país, em resposta às acusações de incitação à perturbação da ordem pública de que é alvo e das quais se declarou inocente em Setembro.

Além dessas acusações, Aung San Suu Kyi, de 76 anos, é perseguida judicialmente por várias infracções, como importação ilegal de walkie-talkies, violação das restrições relacionadas com a covid-19, sedição e corrupção.

A comunicação social foi proibida de assistir ao julgamento, que decorre à porta fechada num tribunal especial da capital, Naypyidaw.

Ler mais
PUB