Morreram pelo menos 3541 civis desde o início da guerra na Ucrânia

Há 239 crianças entre as vítimas mortais, divulgou esta sexta-feira o Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos.



Pelos menos 3541 civis morreram e 3785 ficaram feridos desde o início da invasão russa da Ucrânia, divulgou esta sexta-feira o Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH). Do número total de vítimas mortais, 239 eram crianças.

A agência da ONU alerta, contudo, para a probabilidade de o número real de vítimas ser muito superior, uma vez que a informação relativa a algumas zonas está atrasada ou a aguardar confirmação, como acontece em Izium, Popasna e Mariupol.

“A maioria das baixas civis registadas foi causada pela utilização de armas explosivas de vasta área de impacto, incluindo bombardeamentos de artilharia pesada e sistemas de lançamento de mísseis, e ataques aéreos e de mísseis”, indica o ACNUDH.

Desde o início da invasão russa, na madrugada de 24 de Fevereiro, mais de 13 milhões de pessoas fugiram, 5,5 milhões para fora do país.

Ler mais
PUB>