Europa ultrapassa o milhão e meio de mortes relacionadas com a covid-19

Um total de 1 500 105 mortes foi oficialmente confirmado na Europa desde que foi registado no continente o primeiro óbito, em Fevereiro do ano passado.



Enquanto vários países da Europa estão a repor as restrições para tentar travar as contaminações recorde, o continente ultrapassou esta quinta-feira 1,5 milhões de mortes associadas à covid-19.

Segundo o balanço da AFP, com base em dados oficiais, um total de 1 500 105 mortes foi oficialmente confirmado na Europa (52 países e territórios desde a costa atlântica até ao Azerbaijão e a Rússia) desde que foi registado no continente o primeiro óbito, em Fevereiro do ano passado.

A contagem, que considera os mortos registados pelas autoridades sanitárias dos países, representa apenas uma parte dos óbitos associado à doença. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que o número de vítimas da pandemia pode ser duas a três vezes maior do que o registado oficialmente.

O número de mortes tem estado em alta desde meados de Julho na Europa, com uma média de 4.210 mortos diários nos últimos sete dias - mais 1% numa semana e mais 5% do que há duas semanas.

Actualmente, o país mais afectado é a Rússia, que regista cerca de 30% das mortes diárias no continente europeu. O Reino Unido (144 286 mortes) e a Itália (133 415 mortes) seguem atrás da Rússia com o maior número total de mortes.

Ler mais
PUB