EUA emitem o primeiro passaporte com indicação de género “X”

Os Estados Unidos juntam-se assim a países como a Austrália, Nova Zelândia, Nepal e Canadá, que já permitem aos seus cidadãos indicar um outro género além do masculino ou feminino.



Os Estados Unidos emitiram o seu primeiro passaporte com a designação de género “X”, o que se traduz num passo para o reconhecimento dos direitos das pessoas que não se identificam como homens ou mulheres.

Segundo adiantou esta quarta-feira o Departamento de Estado, trata-se de uma terceira opção de género que o Estado federal norte-americano espera poder apresentar em maior escala à população no próximo ano.

A enviada diplomática especial dos EUA para os direitos LGBTQ (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e Queer), Jessica Stern, classificou a medida histórica e digna de celebração. “Quando uma pessoa obtém documentos de identificação que reflectem a sua verdadeira identidade, ela vive com maior dignidade e respeito”, disse.

Os Estados Unidos juntam-se assim a países como a Austrália, Nova Zelândia, Nepal e Canadá, que já permitem aos seus cidadãos indicar um outro género além do masculino ou feminino nos seus passaportes.

Ler mais
PUB