Boris Johnson quer banir autores de insultos racistas dos estádios

O primeiro-ministro britânico reuniu-se na terça-feira com representantes das redes sociais Facebook, Instagram, Twitter e Snapchat, que nos últimos meses têm sido utilizadas para divulgar mensagens racistas contra jogadores.



O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, quer banir dos estádios de futebol os adeptos que proferiram insultos contra Marcus Rashford, Jadon Sancho e Bukayo Saka, os três jogadores que falharam grandes penalidades na final do Euro2020.

“Condeno veementemente os insultos racistas que testemunhámos na noite de domingo. Estamos a tomar medidas práticas para garantir que o regime de proibição de entrada no estádio seja alterado para incluir insultos racistas online. Não podem existir desculpas”, disse Boris Johnson.

O primeiro-ministro britânico reuniu-se na terça-feira com representantes das redes sociais Facebook, Instagram, Twitter e Snapchat, que nos últimos meses têm sido utilizadas para divulgar mensagens racistas contra jogadores após a derrota ou desempenho decepcionantes nos respectivos clubes.

“Agora teremos oportunidade de responsabilizar essas empresas e impor-lhes multas, caso seja necessário”, afirmou o primeiro-ministro, aludindo a um projecto de lei do governo sobre segurança online, que prevê sanções que podem ir até 10% das receitas mundiais das empresas.

*Com Lusa

Ler mais
PUB