Reestruturação leva TAP a encerrar operações de manutenção e engenharia no Brasil

Companhia aérea garante que a decisão “não interfere na operação de transporte aéreo de passageiros no país” e que plano passa pela expansão dos voos semanais para as 11 capitais estaduais onde opera.



O Grupo TAP decidiu encerrar as operações de Manutenção e Engenharia Brasil (TAP ME), como parte do plano de reestruturação aprovado por Bruxelas em Dezembro. A decisão foi avançada à Lusa, esta quarta-feira, pela presidente executiva da companhia aérea, Christine Ourmières-Widener.

“Depois de uma análise aprofundada e muitos estudos, a TAP decidiu fechar a Manutenção & Engenharia no Brasil e encerrar de forma gradual a operação no Brasil e hoje vamos discutir com os trabalhadores, claro, que são a principal prioridade, mas também discutir com os nossos clientes”, explicou Ourmières-Widener.

A companhia aérea garante que a decisão “não interfere na operação de transporte aéreo de passageiros no país” e diz mesmo que a expectativa passa pela expansão dos voos semanais para as 11 capitais estaduais onde opera.

A Comissão Europeia aprovou, a 21 de Dezembro, o plano de reestruturação da TAP e a ajuda estatal de 2.550 milhões de euros, mas impôs condições, como a separação dos activos não-essenciais, nomeadamente o negócio de manutenção no Brasil e os de catering (Cateringpor) e de handling (Groundforce).

Ler mais
PUB