Bares e discotecas com apoio de layoff simplificado na semana em que são obrigados a encerrar

Encerramento pretende evitar contágios após o Natal e o Ano Novo. A partir de 1 de Dezembro, entrada nos espaços de diversão nocturna vai estar sujeita à apresentação de teste negativo à covid-19, mesmo para vacinados.



Os bares e as discotecas vão poder beneficiar do layoff simplificado quando estiverem encerrados, entre 2 e 9 de Janeiro, na chamada “semana de contenção”.

O mecanismo criado pelo Governo para apoiar as empresas durante o período de confinamento vai ser “retomado automaticamente naquela semana de contenção” porque as empresas fecham “por ordem governativa”, disse à Lusa fonte do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

“Vão actuar os mesmos mecanismos que já actuaram anteriormente, nomeadamente o apoio ao layoff simplificado”, explicou.

Na quinta-feira, após reunião de Conselho de Ministros, o primeiro-ministro anunciou que a entrada nos espaços de diversão nocturna vai estar sujeita à apresentação de teste negativo à covid-19, mesmo para vacinados, a partir de 1 de Dezembro. No entanto, para prevenir os contágios após o Natal e o Ano Novo, os bares e discotecas vão encerrar entre 2 e 9 de Janeiro.

A entrada nos bares com espaço de dança e nas discotecas, que abriram em 1 de Outubro, estava até agora cingida apenas à apresentação do certificado digital – relativo a vacinação, recuperação ou realização de teste negativo.

Ler mais
PUB