Bancos centrais vão ter de apoiar a banca no actual cenário de inflação elevada

O sector bancário europeu está exposto ao actual ambiente de inflação elevada, que já é reconhecido como mais persistente do que o esperado. A consultora estratégica Oliver Wyman considera que, apesar de se terem já resolvido problemas herdados de crises anteriores, o novo quadro que se apresenta constitui um desafio que, para ser ultrapassado, necessitará do apoio dos bancos centrais.



TÓPICOS

Num estudo sobre o impacto da inflação no sector bancário europeu, a Oliver Wyman defende que a banca europeia enfrentará o actual “ambiente em mudança tendo resolvido problemas herdados – melhor capitalização, modelos empresariais mais resilientes, boas práticas de governação – e com uma nova centralidade no seu papel na sociedade. No entanto, isto não implica necessariamente que o sistema esteja pronto para tais perturbações”, não só porque temos vivido um período que foi caracterizado pelo excesso de liquidez e por taxas de juro historicamente baixas mas, “especialmente, porque a maioria dos actuais gestores bancários ainda não têm experiência de liderança durante um período inflacionário”, aponta.

Para os bancos comerciais, o desafio passa por gerir a potencial pressão sobre os seus resultados durante este período marcado pela inflação elevada. “Ultrapassar este período, apoiando simultaneamente a economia real neste período de incerteza e facilitando eficazmente a reafectação de recursos, será fundamental para o sucesso do sector bancário”, acrescenta a consultora, sustentando que “o papel central dos bancos como facilitadores do crescimento económico será novamente realçado.”

Para que isto aconteça e se ultrapasse este período de forma satisfatória, os autores do estudo – Elie Farah e Matthew Austen, partners da Oliver Wyman, e Emiliano Carchen, principal da consultora – defendem que os bancos comerciais terão de socorrer-se de um novo conjunto de ferramentas, mas também terão de contar com os préstimos dos bancos centrais.

Leia o artigo na íntegra na edição do NOVO que está este sábado, dia 13 de Agosto, nas bancas.

$!Bancos centrais vão ter de apoiar a banca no actual cenário de inflação elevada
Ler mais
PUB