Ucrânia junta-se a Portugal e Espanha na candidatura ao Mundial2030

De acordo com o jornal The Times, o Presidente da Ucrânia deu “luz verde” à intenção da Ucrânia de poder organizar o Mundial de 2030 com Portugal e Espanha, e esse objectivo será tornado público na quarta-feira, numa conferência de imprensa conjunta promovida pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), em Nyon, na Suíça.



A Ucrânia vai juntar-se a Portugal e a Espanha numa candidatura conjunta à organização do Mundial2030 de futebol, divulgou a imprensa inglesa esta terça-feira, no dia em que os países ibéricos anunciaram uma conferência de imprensa na sede da UEFA.

De acordo com o jornal The Times, o Presidente da Ucrânia, Volodimir Zelenski, deu “luz verde” à intenção da Ucrânia de poder organizar o Campeonato do Mundo de 2030 com Portugal e Espanha, e esse objectivo será tornado público na quarta-feira, numa conferência de imprensa conjunta promovida pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), em Nyon, na Suíça.

De acordo com o jornal britânico, a ideia passa por realizar alguns jogos da fase de grupos em solo ucraniano, num período de pós-guerra com a Rússia e de recuperação de infra-estruturas.

Há praticamente dois anos, Fernando Gomes, presidente da FPF, e Luis Rubiales, presidente da RFEF, assinaram um protocolo de forma a impulsionar a candidatura conjunta à organização do Mundial2030.

“A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) celebrou, esta quarta-feira, no Estádio José Alvalade, a assinatura de um protocolo de colaboração com a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), numa cerimónia que contou com a presença de Fernando Gomes, presidente da FPF, e Luis Rubiales, responsável máximo da RFEF”, pode ler-se no comunicado divulgado na altura pela federação portuguesa.

Ler mais