Tiago afasta-se do cargo de adjunto de Roger Schmidt

O antigo jogador encarnado era bem visto por Rui Costa, seu antigo colega na selecção nacional, mas prefere continuar afastado do futebol.



O Benfica continua a trabalhar na contratação de um treinador residente que possa, chegado o momento, passar a treinador principal.

Roger Schmidt vai fazer-se acompanhar por três elementos; Jens Wissing (adjunto), Jörn-Erik Wolf (adjunto) e Yann-Benjamin Kugel (preparador físico). Falta um elemento que conheça bem o futebol português e que possa colocar a par Roger Schmidt de pequenos pormenores que o alemão desconhece.

Tiago, que foi colega de Rui Costa na selecção, erao preferido, mas terá recusado o convite. Tiago foi adjunto de Simeone no Atlético de Madrid, durante um ano, mais tarde foi seleccionador nacional sub-15 antes de se tornar treinador principal do Vitória de Guimarães por apenas três jogos, tendo saído pelo seu pé no início da época 2020/2021.

Javi García continua em cima da mesa, mas o espanhol garantiu desconhecer por completo essa possibilidade. Quem está descartado para coadjuvar Schmidt é Luisão. O brasileiro vai manter-se na Luz, mas não é certo que mantenha as funções de director técnico.

$!Tiago afasta-se do cargo de adjunto de Roger Schmidt
Ler mais
PUB