Regressa o espectáculo com o Benfica pressionado a quebrar o jejum

Começou na noite desta sexta-feira, no Estádio da Luz, a edição 2022/23 do escalão maior do futebol português. O Benfica, há três anos sem conquistar o campeonato, apresenta o único treinador estrangeiro da prova, o alemão Roger Schmidt. O campeão FC Porto teve baixas de peso e o Sporting possui o plantel mais valorizado... desde que Matheus Nunes se mantenha em Alvalade.



O campeonato nacional de futebol iniciou-se esta sexta-feira no Estádio da Luz com um duelo entre o Benfica e o Arouca. Os encarnados apresentam uma nova face escudada no primeiro ano do projecto de Rui Costa, que escolheu o único treinador estrangeiro da competição, o alemão Roger Schmidt, defensor do futebol ofensivo, isto apesar de ter um currículo por preencher - apenas um campeonato ganho na carreira.

O clube da Luz está muito pressionado, pois nos últimos três anos viu os rivais FC Porto e Sporting sagrarem-se campeões e, pior do que isso, não conseguiu conquistar qualquer troféu para as vitrinas do seu museu. Por isso, está obrigado, como nenhum dos seus rivais, a quebrar um ciclo negativo que tende a arrastar-se no tempo, salpicado por vários episódios extracampo.

Leia o artigo na íntegra na edição do NOVO que está este sábado, dia 6 de Agosto, nas bancas.

$!Regressa o espectáculo com o Benfica pressionado a quebrar o jejum
Ler mais
PUB