Pinto da Costa recorda papel decisivo de Jorge Sampaio na construção do Estádio do Dragão

Líder do FC Porto lamentou morte do ex-Presidente da República, lembrando que era Dragão de Honra e o acompanhamento a Sevilha, quando os azuis e brancos conquistaram a Taça UEFA frente ao Celtic, em 2003, por 3-2.



O FC Porto e o respectivo líder Jorge Nuno Pinto da Costa, através de comunicado, expressaram as mais sentidas condolências à família de Jorge Sampaio, ex-Presidente da República que morreu esta sexta-feira, no Hospital de Santa Cruz, em Carnaxide.

Na mesma nota publicada no site oficial dos dragões, são reproduzidas declarações de Pinto da Costa sobre Sampaio: “Em primeiro lugar, lamento o desaparecimento de tão ilustre personalidade, que teve uma vida notável ao serviço de Portugal. Lamento também a perda do homem junto dos seus familiares, nomeadamente a esposa Maria José Ritta, por quem tenho grande consideração e que é Dragão de Honra do FC Porto, tal como o falecido e já saudoso presidente Jorge Sampaio.”

“Tenho as melhores recordações dele e lembro-me que nos acompanhou a Sevilha e viveu com grande entusiasmo o nosso sucesso na Taça UEFA”, disse também Pinto da Costa, recordando outro episódio a envolver Sampaio e os dragões: “Lembro-me também da importância que teve naquele estúpido incidente que houve com Rui Rio, o presidente da Câmara Municipal do Porto na altura, e que nos ia tramando no projeto do Estádio do Dragão. A sua intervenção foi decisiva porque juntou os vários responsáveis e foi muito importante para que se reatasse o trabalho e para que hoje pudéssemos estar aqui no Estádio do Dragão a viver momentos fantásticos. Recordo Jorge Sampaio com muita saudade e deixo os meus sentimentos à família, em particular a Maria José Ritta. É a lei da vida, mas a memória dele ficará para sempre junto de todos nós.”

Ler mais
PUB