NBA também tem o seu jogo da vergonha

Memphis Grizzlies venceram na madrugada desta sexta-feira os Oklahoma City Thunder por uma diferença... de 73 pontos.



A NBA viveu um momento constrangedor na madrugada desta sexta-feira. Os Memphis Grizzlies venceram os Oklahoma City Thunder Grizzlies. Até aqui tudo bem, o real problema foi a diferença pontual com a equipa da casa a superiorizar-se por... 73 pontos (152-79). Nos Estados Unidos já diz que esta é a maior vergonha da NBA.

Pode não ser a maior vergonha mas é o jogo, desde sempre, que terminou com a maior desvantagem da equipa perdedora. O anterior recorde estava cifrado nos 68 pontos e que datava de 1991, quando os superam Thunder por 73 pontos de diferença e já se fala na maior vergonha da NBA

Foi batido o anterior recorde, que era de 68 pontos, e que datava de 17 de Dezembro de 1991, quando os Cleveland Cavaliers se superiorizaram aos Miami Heat, por 68 pontos (148-80).

O jovem poste Jaren Jackson Jr. esteve em plano de evidência ao fazer 27 pontos e seis triplos no espaço de 20 minutos, devidamente acolitado pelo base De’Anthony Melton (19) e pelo jovem espanhol Santi Aldama.

Os relatos referem que com 72-36 ao intervalo a equipa visitante começou a enervar-se perante a possibilidade de entrar na história pelos piores motivos. Inclusivamente, os suplentes dos Grizzlies não abrandaram e com pouco mais de sete minutos por jogar foi igualado o recorde de 1991. Daí até ao resultado final foi um pulinho.

”Esta noite não mostrámos necessariamente quem somos“, disse o técnico dos Thunder, Mark Daigneault, que ainda acrescentou: “Quando competimos ao mais alto nível ficamos expostos aos altos e baixos de uma competição que proporciona alegria, mas também dor, frustração e raiva. E quando entramos na quadra sabemos que estamos expostos a todos estes estados de alma.”

Ler mais
PUB