Mundiais de judo. Jorge Fonseca está na final e garantiu já uma medalha

Judoca português, sétimo do ranking mundial, tinha um registo equilibrado com Korrel, terceiro do mundo, com duas vitórias e duas derrotas, mas esta sexta-feira voltou a ser superior.



O judoca português Jorge Fonseca está na final de -100 kg dos Mundiais e garantiu já uma medalha na competição, depois de vencer no quarto combate disputado o holandês Michael Korrel, por ippon.

Jorge Fonseca, sétimo do ‘ranking’ mundial e que nos Mundiais em Budapeste defende o título mundial, tinha um registo equilibrado com Korrel, terceiro do mundo, com duas vitórias e duas derrotas, mas esta sexta-feira voltou a ser superior.

Até chegar à final, o judoca português venceu, além de Korrel, o uzbeque Muzaffarbek Turoboyev (45.º), o canadiano Kyle Reyes (26.º) e o georgiano Ília Sulamanidze (21.º), todos por ippon, a pontuação máxima no judo.

Fonseca tem tido um dia perfeito em Budapeste, com o judoca a mostrar toda a sua força explosiva nos quatro combates que realizou, conseguindo vencer em todos por ippon e em quase todos antes de chegar à metade do combate.

A aparente maior dificuldade até foi no seu primeiro combate, com o ‘gigante’ uzbeque Turoboyev, que Jorge Fonseca projetou com 2.15 minutos de combate.

Depois, pleno de confiança, pontuou para waza-ari e de seguida com ippon diante do canadiano Kyle Reys, aos 1.07 minutos, com o georgiano Ília Sulamanidze aos 01.15 e com o holandês Michael Korrel aos 1.56, assumindo-se como o grande candidato.

No combate para atribuição do ouro, Jorge Fonseca vai encontrar o sérvio Aleksandar Kukolj, um ‘outsider’, 54.º do ‘ranking’ mundial e fora do apuramento olímpico, mas que chegou à final em Budapeste depois de afastar alguns favoritos.

Kukolj não é, ainda assim, um segundo plano do judo mundial, com o sérvio, de 29 anos, a estar mais abaixo no ‘ranking’ dos -100 kg depois de subir de categoria de peso, tendo sido campeão europeu em -90 kg e quinto classificado no Mundial, em 2017.

Será a primeira vez que o sérvio lutará com Jorge Fonseca, num combate em que o português terá de estar muito focado, alertado pelos desempenhos de Kukolj com o líder Varlam Liparteliani, derrotado nos quartos de final, por ippon, e com o canadiano Shady Elnahas (oitavo), já nas ‘meias’, por waza-ari.

Nos Mundiais, que decorrem até domingo e em que Portugal ainda terá Rochele Nunes (+78 kg) em competição no sábado, Anri Egutidze conquistou na quarta-feira a medalha de bronze em -81 kg, Joana Ramos foi quinta classificada em -52 kg, na segunda-feira, e Telma Monteiro sétima em -57 kg, na terça-feira.

Ler mais
PUB