Morreu Fernando Gomes, “bibota de ouro” e melhor marcador de sempre do FC Porto

O melhor marcador da história dos azuis-e-brancos morreu aos 66 anos.



Fernando Gomes, ex-jogador do Futebol Clube do Porto (FC Porto), morreu este sábado, aos 66 anos. A informação foi avançada ao início da tarde pelo próprio clube.

“É com enorme tristeza e consternação que o Futebol Clube do Porto anuncia o desaparecimento de um dos nomes incontornáveis da sua história”, lê-se no comunicado publicado no site do clube, que acrescenta que Fernando Gomes, bibota de ouro e maior goleador de azul-e-branco, morreu vítima de doença prolongada.

Pinto da Costa reagiu à morte do ex-jogador lembrando o amor da antiga glória pelo clube. “Deixou-nos um dos maiores portistas que conheci em toda a minha vida. Tinha um amor ao FC Porto que ultrapassava o normal”, assinalou.

Nascido em Novembro de 1956 na freguesia de Campanhã (perto do Estádio das Antas, curiosamente), Gomes começou a representar o clube que o apaixonava enquanto adolescente.

Estreou-se na equipa principal do FC Porto logo aos 17 anos e “revelou-se decisivo para o quebrar de um jejum que durava há quase duas décadas”.

Marcou 355 golos em 452 jogos oficiais pelo FC Porto, muitos deles, como lembra o clube, “foram decisivos”. A sua “impressionante eficácia ofensiva” valeu-lhe inúmeros prémios individuais: foi seis vezes o melhor marcador da liga portuguesa – em 1977, 1978, 1979, 1983, 1984 e 1985 – e em duas sagrou-se mesmo o maior goleador de todos os campeonatos europeus. “Recebeu, por isso, a bota de ouro em 1983 e 1985, justificando a alcunha que lhe ficará eternamente associada: Bibota”, enaltece o clube.

No plano colectivo, lembra o FC Porto, Fernando Gomes conquistou cinco campeonatos nacionais, três taças e três supertaças, além de uma Taça dos Campeões Europeus, uma Taça Intercontinental e uma Supertaça Europeia.

Em 1989, e depois de sete épocas no FC Porto, Fernando Gomes trocou a camisola azul-e-branca pela verde-e-branca, do Sporting, onde jogou as duas últimas épocas da carreira, merecendo, por isso, também uma homenagem do clube de Alvalade.

Segundo informação dos dragões, as exéquias de Fernando Gomes iniciar-se-ão este domingo, dia 27 de Novembro, às 15h00, na Igreja de Santo António das Antas.

Ler mais