Jogadoras do Rio Ave acusam actual treinador do Famalicão de assédio sexual

Os casos de alegado assédio terão ocorrido na temporada 2020-21, quando o ex-técnico Miguel Afonso chegou à equipa, avançou o Público.



Várias jogadoras da equipa sénior de futebol feminino do Rio Ave acusaram o ex-técnico Miguel Afonso de assédio sexual, avançou o jornal Público.

Os casos de alegado assédio terão ocorrido na temporada 2020-21, quando Miguel Afonso chegou à equipa. Em causa estão mensagens íntimas trocadas com jogadoras entre os 18 e os 20 anos do Rio Ave. O antigo técnico do Rio Ave e actual treinador do Famalicão nega as acusações.

O presidente do Famalicão, Jorge Silva, admitiu ter sido “informado das situações ocorridas no Rio Ave por uma empresária de jogadores(as)”. “Foi alertado para a existência de provas sérias que não deveriam ser ignoradas ou abafadas e que agentes desportivos com os antecedentes do novo treinador dos minhotos não poderiam estar no futebol”, acrescenta a notícia.

Ler mais