FC Porto vence em Barcelos ‘à bomba’ ao cair do pano

Dragões sofreram muito, mas bateram o Gil Vicente (2-1) graças ao primeiro golo (e que golo!) de Sérgio Oliveira na actual temporada. Benfica pressionado.



Não foi nada fácil mas o FC Porto saiu ileso da visita a Barcelos. Os dragões marcaram muito cedo, por Taremi, com o iraniano a aproveitar um passe mal medido de Pedrinho para depois fazer uma chapelada ao guarda-redes esloveno Ziga Frelih, apanhado completamente desprevenido pelo mau gesto técnico do colega.

Sérgio Conceição, que manteve Vitinha e Fábio Vieira no onze, viu este último a desperdiçar o segundo golo, fruto do corte em cima da linha do central Lucas.

Quase caído do céu chegou o empate para o Gil Vicente. Vítor Carvalho rematou, Mbemba abriu o braço e Soares Dias, alertado pelo VAR Hélder Malheiro, marcou grande penalidade depois de perder algum tempo a visionar as imagens. Samuel Lino permitiu a defesa de Diogo Costa, mas na recarga fez a igualdade. Isto aos 24 minutos.

O FC Porto sentiu o empate e demorou a encontrar-se. Até ao intervalo pouco ou nada surgiu digno de registo. No reatamento o Gil Vicente até surgiu em campo a trocar bem a bola no meio-campo adversário, contudo, os dragões foram empurrando, paulatinamente, os minhotos para o seu meio-campo e coleccionando oportunidades. Otávio (59’), Uribe (60’) e Taremi (64’) ou falhavam a pontaria ou permitiam que o esloveno Ziga Frelih fosse mostrando qualidade.

Sérgio Conceição percebeu que precisava de mais, tirou os dois jovens formados no FC Porto - Vitinha e Fábio Vieira - e colocou em campo Sérgio Oliveira e Toni Martínez, com o espanhol a posicionar-se ao lado de Taremi e alargar a frente de ataque. O golo teimava em não aparecer e o treinador portista fez entrar os abre-latas Francisco Conceição e Pepê, mas seria Sérgio Oliveira a fazer o golo decisivo aos 89’ na transformação de um livre directo a punir uma falta de Fran Navarro sobre Marcano. Um golo de grande espectáculo, o primeiro golo do médio na actual temporada, ele que fez duas dezenas na passada época.

O FC Porto venceu num campo difícil, não deixou o Sporting escapar e pressiona o Benfica, que joga este sábado em Guimarães. Manteve foi um ritual difícil de explicar, pois sofre golos em todas as deslocações efectuadas no actual campeonato (Famalicão, Barreiros, Alvalade e, agora, Barcelos).

Consulte aqui a classificação actualizada.

Ler mais
PUB