Euro2020. Médico dinamarquês sem explicação para o que aconteceu a Eriksen

Médico da selecção dinamarquesa garantiu que Eriksen sofreu mesmo uma paragem cardíaca e que o jogador foi reanimado no relvado. “Ele apagou-se por momentos... mas nós trouxemo-lo”, disse.



O médico da selecção dinamarquesa sublinhou este domingo que ainda não encontrou explicação para o colapso do médio dinamarquês Christian Eriksen durante o jogo de abertura do Euro2020 contra a Finlândia, que venceu por 1-0.

“Não há explicação até agora”, disse, em conferência de imprensa, acrescentando que todos os exames feitos por Eriksen até ao momento não registaram qualquer anomalia. “Esse também é um dos motivos de ele ainda estar no hospital”, confessou o profissional de saúde.

Além disso, o médico garantiu ainda que Eriksen sofreu mesmo uma paragem cardíaca e que o jogador foi reanimado no relvado pela equipa médica. “Ele apagou-se por momentos... mas nós trouxemo-lo”, concluiu.

A Federação Dinamarquesa de Futebol informou este domingo, recorde-se, que Eriksen continua estável e a recuperar num hospital de Copenhaga.

“Esta manhã, falámos com Christian Eriksen, que enviou cumprimentos aos seus companheiros de equipa. A sua condição está estável e o jogador continua hospitalizado para mais exames. Gostaríamos de agradecer a todos pelas sinceras saudações a Christian Eriksen de fãs, jogadores, famílias reais da Dinamarca e da Inglaterra, associações internacionais, clubes, etc.”, adiantou a federação, acrescentando que, depois do susto com Eriksen, tanto o plantel com a equipa técnica da selecção dinamarquesa receberam assistência.

Christian Eriksen, jogador do Inter Milão, de 29 anos caiu inanimado no relvado e recebeu assistência médica de imediato. O encontro foi interrompido e esteve suspenso durante cerca de uma hora e meia. O jogo estava empatado a zero na altura da interrupção.

O árbitro inglês Anthony Taylor acabou por apitar para o intervalo e, após cerca de 10 minutos a receber assistência, Eriksen abandonou o relvado de maca, rodeado pelos restantes jogadores, visivelmente abalados e consternados com a situação.

Com Lusa

Ler mais
PUB