Espelho de Arquimedes no ataque leonino

Sporting, sem ponta-de-lança, venceu em Tondela por 3-1 com golos de Gonçalo Inácio e Sarabia (2). Leões pressionam FC Porto que joga este domingo em Guimarães.



Todos aqueles que nasceram no final da década de 70 e início da década de 80 observaram de perto aquilo a que se chamou “boom tecnológico”. Em poucos anos, e de forma galopante, a tecnologia foi tornando a sociedade mais digital e as invenções na área tecnológica foram-se sucedendo a um ritmo vertiginoso. Ao dia de hoje, os grandes inventores são anónimos que trabalham em equipas de desenvolvimento nas diversas áreas e que veem o seu sucesso receber nome através de uma patente, mas sem a individualização de outros tempos.

Nos anos que antecederam a era cristã, muitos foram os inventores que iam deixando o seu nome gravado na história por invenções completamente fraturantes e muitas das vezes loucas até. Arquimedes foi um desses génios inventores que foi brilhante na matemática e na física.

Diz-se que certo dia durante o banho, Arquimedes terá descoberto o empuxo, que se trata de uma força vertical para cima que um corpo imerso sofre aliviando o seu próprio peso. A descoberta que originaria o parafuso de Arquimedes, ou a bomba de parafuso, foi de tal forma efusiva na mente do grego que este terá saído completamente nu à rua gritando “eureca”, que representa “encontrei” em grego. Arquimedes descobriu as leis da física para alavancas e roldanas e a entender o fenómeno da flutuação dotando a ciência de inúmeras obras. Procurou igualmente contribuir com invenções para a batalha e para as guerras entre gregos e romanos. Uma dessas invenções pretendia um ataque aos barcos sem utilizar mão humana, através de uma conjugação de espelhos que deveria concentrar em si a luz solar e reflecti-la com intensidade suficiente para incendiar os navios de guerra no mar. Seria uma forma de poupar homens na batalha e recorrer ao que o sol nos dá, no entanto teve pouco sucesso.

Rúben Amorim procurou numa formação inédita ofensiva com Sarabia, Pote e Edwards o seu jogo de espelhos de Arquimedes, poupando Paulinho (em risco de exclusão para o próximo jogo) e deixando de fora da convocatória Slimani por uma possível desavença no treino. Apenas o menino Rodrigo Ribeiro como referência ofensiva no banco para o jogo e uma defesa do Tondela que pareceu surpreendida por esta abordagem dinâmica do ataque leonino, com Edwards a mostrar que será um caso sério neste campeonato e nesta equipa apesar de ter cabido a Sarabia dois dos três golos leoninos. Gonçalo Inácio mostrou também que sabe fazer grandes golos e o Sporting caminhou para uma vitória tranquila antes do dérbi colocando pressão no Porto que se desloca a Guimarães.

Começa na quinta-feira no parque de jogos 1.º de Maio – Inatel, o 39.º torneio internacional de futebol infantil, organizado pelo Clube Atlético e Cultural (CAC). Uma oportunidade para se ver o futebol infantil no seu estado mais puro e com um cartaz recheado de excelentes equipas nacionais e internacionais. João Pereira é o patrono e Nuno Almeida o árbitro homenageado. Para seguir com atenção de 14 a 17 de abril.

*Ex-director-técnico e adepto do Sporting

Ler mais
PUB