Dragões cumprem tradição (com distinção) antes do dérbi

FC Porto goleia Portimonense (3-0) no Algarve, um ritual... pois o vencedor é sempre o mesmo nos últimos 14 encontros entre as duas equipas.



Três golos sem resposta e um triunfo incontestável do FC Porto em Portimão frente a um adversário que tinha imposto a única derrota do Benfica no campeonato.

Com os três pontos averbados, os dragões puderam ver, ainda que provisoriamente, o dérbi entre os dois velhos rivais isolados no cimo da classificação.

O FC Porto sentiu alguma dificuldades até inaugurar o marcador, o que aconteceu nos últimos instantes da primeira parte, através de um livre directo de Luis Díaz que levou o algarvio Pedro Sá a fazer um autogolo que enganou o guarda-redes Samuel Portugal.

No segundo tempo, o Portimonense tentou reagir, sobretudo através do inconformado Aylton Boa Morte, mas, em seis minutos, o jogo ficou sentenciado com golos de Vitinha (70’), que se estreou a marcar pela equipa principal azul-e-branca, e Otávio (75’), que marcou num gesto técnico de belo efeito.

E o marcador não ganhou outra expressão devido à boa exibição de Samuel Portugal, um dos bons guarda-redes da I Liga.

Desde 1987 que o Portimonense não vence o FC Porto e, nos últimos 14 encontros oficiais, a balança pendeu sempre para o mesmo lado.

Ler mais
PUB