Custo zero ameaça Dragão (novamente)

Diogo Costa, Mbemba, Fábio Vieira e Corona estão em final de contrato. SAD portista tenta que não se repitam exemplos de Marega, Herrra ou Brahimi, entre outros.

A novela tem-se repetido ano após ano. O FC Porto não consegue segurar alguns dos seus melhores jogadores, pois estes recusam-se a renovar.

Desde 2017/18, os dragões deixaram fugir futebolistas de reconhecida valia, nos quais tinham investido mais de 57 milhões de euros, isto para falar apenas em custo de transferência - sem contar com ordenados, comissões e prémios de fidelidades.

Agora há mais quatro “em fuga”, todos de qualidade insuspeita, dois deles formados no clube e cada vez com mais estatuto na equipa principal.

Como pode ler na edição impressa do NOVO, o caso mais premente e que deixa os adeptos portistas mais apreensivos prende-se com Diogo Costa, guarda-redes de 21 anos, titular indiscutível esta temporada e de quem se diz que é o legítimo sucessor (e herdeiro) do vice-presidente Vítor Baía. Diogo Costa já foi chamado à selecção e na última semana brilhou a grande altura em Alvalade, para o campeonato, e em Madrid diante do Atlético de Madrid, em jogo da Liga dos Campeões.

Os restantes casos também são preocupantes. Jesús Corona não foi vendido na última janela de transferências e tem muitos pretendentes por essa Europa fora à espera do dia 1 de Janeiro de 2022, dia em que os jogadores em final de contrato se podem comprometer com futuros emblemas para a temporada 2022/23.

Fábio Vieira é um produto da formação, mas também aquele que está mais perto do entendimento com a SAD azul e branca. Sobra Mbemba, um dos jogadores mais utilizados por Sérgio Conceição. O congolês não começou bem a sua etapa no FC Porto mas tem-se afirmado com trabalho junto do treinador portista.

Quatro casos, quatro jogadores de indiscutível qualidade e que os responsáveis portistas, com Jorge Nuno Pinto da Costa à cabeça, tudo farão para que não se repitam os exemplos de Brahimi, Herrera, Marega ou Marcano, entre outros.

$!Custo zero ameaça Dragão (novamente)
Ler mais
PUB