Boavista a arder: jogadores avançam para greve se não receberem esta terça-feira

Plantel tomou a decisão esta segunda-feira, apurou o NOVO junto de fonte conhecedora do processo. Problemas financeiros da pantera agravam-se, mas a equipa não está disposta a esperar mais.



Greve à vista no Boavista: os jogadores da equipa principal decidiram-se pela paralisação completa e colocaram a administração da SAD axadrezada em xeque, apurou o NOVO junto de fonte conhecedora do processo.

Só há uma forma de evitar a greve: os ordenados de jogadores e staff terão de ser pagos até esta terça-feira. E mais: também os prémios individuais e colectivos que estão em falta terão de ser saldados.

A medida do plantel surge após várias garantias, dadas pelo presidente Vítor Murta, de inexistência de incumprimento salarial, nomeadamente numa sessão de esclarecimento com cerca de 200 sócios que decorreu na passada sexta-feira.

Ainda esta segunda-feira, Farshid Karimi, empresário do guarda-redes Alireza, garantiu ao Maisfutebol: “O prémio de assinatura do jogador não foi pago, a minha comissão pela transferência não foi paga e os salários do jogador não têm sido pagos. Pagaram apenas um pouco, qualquer coisa à volta de um mês de ordenado, mas mesmo esse veio atrasado.”

Recorde-se que a delicada situação financeira do Boavista não é propriamente novidade. Na edição do passado dia 6 de Maio, o NOVO adiantou que os problemas de tesouraria dos axadrezados já estavam a acumular-se. Havia jogadores com ordenados em atraso e os pressupostos financeiros estavam a ser cumpridos à tangente. Desta vez, parece que o caso ganhou contornos mais sérios.

Ler mais
PUB