Benfica, o bipolar

As águias golearam este domingo o Famalicão, por 4-1, na 14.ª jornada da I Liga, com hat-trick de Darwin Nuñez e outro golo de Rafa. Equipa da Luz mantém-se a quatro pontos de distância do topo do campeonato, onde está o Sporting, com 38 pontos.



Bem, o jogo começa. O Benfica marca um e embala para o segundo. Pronto, tudo para correr bem. ATÉ QUE DEIXA DE CORRER E, CLARO, SOFRE UM GOLO E PASSA A JOGAR BORRADO DE MEDO. Depois, a meio da segunda parte, já estamos a dar quatro.

Valha-me Deus, parece a minha namorada:

-Amor, queres ir jantar a um restaurante italiano ou japonês?

-Não sei, escolhe tu!

-A sério, querida...? Não queres mesmo escolher?

-Não querido, escolhe tu!

(Entretanto, no restaurante italiano)

-Porque é que estás com essa cara, amor?

-Porque me apetecia sushi! E tu quiseste vir malhar massa! Ainda se fosse da que dá para comprar coisas, mas não. TINHA QUE SER ESTA BOLONHESA.

E com o Benfica é a mesma coisa. Vamos ganhar? Vamos. Mas primeiro, vamos assustar os adeptos porque isso é muito giro e aumenta a competitividade do jogo. Mas vamos até ao ponto de não jogarmos mesmo um caracol e malharmos um golo. E depois espetamos quatro ou cinco! Assim, só para animar. EPÁ, EU SÓ QUERO ESTAR DESCANSADO. DEIXEM-ME ESTAR DESCANSADO.

*Comediante e adepto do Benfica

Ler mais
PUB