Benfica esteve a ganhar por dois mas deixou-se empatar em Guimarães (3-3)

Para estarem na final-four da Taça da Liga os encarnados precisam de vencer, na última jornada, o Sporting da Covilhã por três golos de diferença. Grande jogo na cidade-Berço.



Benfica e Vitória de Guimarães empataram esta quarta-feira no Minho, a três golos, em partida da 2.ª jornada da Taça da Liga. Os encarnados estiveram a vencer por uma margem de dois golos (0-2 e 1-3) mas não conseguiram segurar a vantagem naquele que foi um grande espectáculo.

A equipa de Jorge Jesus, que manteve no onze, em relação ao jogo com o Vizela, Lucas Veríssimo, Otamendi e Grimaldo, perdeu por lesão Taarabt muito cedo e, por isso, João Mário entrou aos 9 minutos numa altura em que o Benfica já vencia com um autogolo de Alfa Semedo, antigo atleta do clube da Luz.

O Benfica aumentou para 0-2 aos 15 minutos mas André André reduziu aos 21.

Em tom de parada e resposta Radonjic fez o golo da noite aos 28, mas mesmo à beira do intervalo Estupiñan colocou o marcador em 2-3.

Na segunda parte o Vitória forçou, fez dois golos, mas só de Bruno Duarte contaria visto que o Estupiñan foi anulado. E nos descontos, com o resultado em 3-3, o guardião Bruno Varela foi à frente num livre lateral para tentar sentenciar a qualificação imediata dos minhotos para a final-four.

Fica tudo a depender do Benfica-Sp. Covilhã, que se realiza a 15 de Dezembro. Os encarnados precisam de vencer por três golos de diferença, caso contrário seguem os vimaranenses para a final-four. Os serranos, esses, jogarão apenas pelo prestígio, pois já não se podem qualificar.

Ler mais
PUB