Amorim: “Faz falta o Coates defesa, mas também o goleador”

Treinador do Sporting admite que a ausência do capitão (está infectado com covid-19) terá peso no dérbi desta sexta-feira com o Benfica, no Estádio da Luz. Mas técnico também garantiu que não vai fazer mudanças ao sistema táctico.



Sebastián Coates é, em conjunto com João Palhinha, um dos grandes ausentes do dérbi Benfica-Sporting desta sexta-feira, referente à 13.ª jornada da I Liga. Na antevisão ao jogo quente, o treinador dos leões, Rúben Amorim, assumiu que a ausência do central será sentida, não só por ser o pilar da defesa, mas também pelo que tem vindo a render mais à frente.

“O grande senão é se precisarmos de um segundo avançado para o jogo de cabeça, essa é a grande falha. O outro que jogar lá terá um lugar pesado [para preencher], mas estará preparado. Faz falta o Coates defesa mas também o Coates goleador. Tivemos que trabalhar outras coisas, portanto vão fazer falta os dois”, reconheceu o técnico verde-e-branco na conferência de imprensa, sendo que ainda acrescentou: “O Coates é mais do que um jogador para nós. Estará em contacto com a equipa e vamos deixá-lo orgulhoso.”

Já sobre a ausência de Palhinha, Amorim não garantiu que Ugarte será o titular no meio-campo, mas referiu que o uruguaio “é uma das opções”. E no que respeita à relevância das ausências, não serão suficientes para alterar a táctica: “Não pensamos em mudar o sistema, pensamos num dia fazer isso mas precisa de treino, as rotinas da equipa estão muito vincadas.”

Ler mais
PUB